Ecopistas apresenta à Agestab pré-projeto de acesso ao Taboão

A concessionária Ecopistas apresentou na tarde desta segunda-feira (24/8) à Agestab, o o pré-projeto da marginal que vai criar um acesso entre o Distrito Industrial do Taboão e a Rodovia Ayrton Senna. A reunião foi intermediada pelo deputado estadual Marcos Damásio.

A proposta é de uma via paralela à rodovia, no sentido São Paulo, com seis quilômetros de extensão (do kms 51 ao 45), com obras de arte e rotatórias para facilitar a ligação entre os dois lados do distrito.

O diretor superintendente da Ecopistas, Luciano Louzane, explicou que esta é uma proposta preliminar. “Uma vez autorizado o estudo, serão feitas todas as pesquisas de origem/destino, fluxo e demandas para a elaboração de um projeto completo”, disse, acrescentando que o investimento na obra seria em torno de R$ 100 milhões e geraria cerca de 700 empregos diretos.

“Nosso próximo passo será sensibilizar a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) – responsável por autorizar o estudo – para a importância dessa obra para a região e para o Estado, pois vai criar uma infraestrutura importante na atração de novas indústrias para o local”, defendeu Damasio.

Para o 1º Tesoureiro da Agestab, Juliano Zielinski Bega, o acesso é importante e vai atender às empresas do distrito. “Para a Agestab será uma vitória, pois este é um pleito antigo”.

“Estaremos à disposição para auxiliar na concretização deste projeto, que é de vital importância para o desenvolvimento da nossa região”, afirmou o secretário municipal de Desenvolvimento, Simei Baldani, que estava presente na reunião.

Também participaram da reunião o diretor de Departamento da Secretaria de Desenvolvimento de Mogi, Luiz Carlos Pinheiro, o gerente de Engenharia da Ecopistas, Naelson Cândido, e, de maneira remota, o gerente de Contratos da concessionária, Lucas Ruzene.

Agestab participa de grupo de trabalho para combater a crise do coronavírus em Mogi

A Associação Gestora do Distrito Industrial do Taboão (Agestab) participou de uma reunião com o prefeito Marcus Melo sobre a situação do coronavírus em Mogi das Cruzes e para a discussão de ações de combate à crise de saúde e econômica gerada pelo Covid-19. A reunião resultou na criação de um grupo de trabalho e na elaboração de uma página com informações para os empreendedores da cidade.

Melo destacou que o município segue a quarentena estabelecida pelo Governo Estadual e as recomendações do Ministério Público. “A atuação do Ministério Público tem sido de não flexibilizar as restrições da quarentena e determina que os municípios sigam o Decreto Estadual. Nosso objetivo com a reunião de hoje foi criar uma pauta junto às instituições financeiras para apoiar os empreendedores de nossa cidade a manter os empregos”, disse. O prefeito esteve acompanhado pelo vice-prefeito Juliano Abe e o presidente da Câmara, Sadao Sakai.

O prefeito solicitou que os bancos facilitassem o acesso às informações sobre os créditos disponíveis para as micro e pequenas empresas da cidade. Uma das sugestões é a realização de uma videoconferência entre os empresários e bancos da cidade com informações sobre as regras, documentos necessários e critérios para a concessão dos créditos.  

O grupo de trabalho terá a participação das instituições financeiras, da Agestab e demais entidades de classe e do poder público. A Prefeitura também disponibilizará as informações sobre as linhas de crédito no portal da Administração Municipal.

“Nossa preocupação é chegar a informação na linha de frente para o pequeno comerciante, a pequena indústria e serviços”, disse o prefeito. Além das linhas oferecidas pelas instituições privadas, os empreendedores contam também com a linha de crédito oferecida pelo Banco do Povo, parceria do Governo Estadual e a Prefeitura de Mogi das Cruzes. As condições especiais estão disponíveis até o dia 30 de abril. O acesso e o cadastro são feitos pelo site www.bancodopovo.sp.gov.br.